Universidade de Cambridge busca parceiros no ensino superior brasileiro

O objetivo da instituição é realizar pesquisas em conjunto sobre a difusão do idioma inglês como principal componente do processo de internacionalização

SHARE
, / 1164 0
parceria entre instituições Brasil Reino Unido

Duas linhas de pesquisa serão financiadas pelo projeto (foto: Shutterstock)

O British Council quer estimular as instituições de ensino superior brasileiras a realizar pesquisas sobre a difusão do idioma inglês, em nível institucional, como principal componente do processo de internacionalização. As IES interessadas em participar, contudo, devem se associar a uma instituição do Reino Unido para apresentar um projeto conjunto.

A Universidade de Cambridge, por meio do departamento Cambridge Assessment English, está em busca de parceiros no Brasil e disponibilizou um e-mail de contato para os interessados: Tavares.k@cambridgeenglish.org

As inscrições para o edital UK Brazil English Collaboration Call se encerram no dia 21 de setembro. Serão concedidas dez bolsas no total (o programa também tem uma linha para a área da educação básica) no valor de dez mil libras esterlinas cada. Para mais informações, clique aqui.

Internacionalização

A internacionalização das IES brasileiras é um tema sensível no setor, pois poucas mantêm parcerias com instituições estrangeiras para oferecer aos seus alunos a oportunidade de estudar fora, e um número ainda menor oferece programas de graduação e pós-graduação em inglês para atrair estudantes estrangeiros.

Porém, o MEC reformulou recentemente os instrumentos de avaliação institucional e acrescentou um item relativo à internacionalização. As IES que comprovarem a existência de uma política institucional para internacionalização terão uma avaliação mais favorável a partir de agora.

Se para algumas instituições a promoção da mobilidade internacional para alunos e pesquisadores pode parecer custosa, a solução pode ser trabalhar com o conceito da internacionalização em casa. Leia mais sobre o tema nesta reportagem.

parceria com universidade de cambridge

Leia também: “Internacionalização é sair da zona de conforto”

 

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN