Obra trata de aspectos práticos da metodologia da pesquisa acadêmica

“Um pouco de método – Nos estudos literários em particular, com extensão às humanidades
em geral” pode ajudar jovens pesquisadores em teses e dissertações nas humanidades

SHARE
, / 607 0

Na luta para melhorar os indicadores da educação brasileira, um dos aspectos contemplados no Plano Nacional de Educação diz respeito à elevação do número de professores de educação básica com pós-gradua­ção. A meta 16 objetiva que 50% desses profissionais obtenham essa formação na área em que lecionam, sem especificar se em cursos lato ou stricto sensu.

Em 2014, quase 32% dos docentes já tinham obtido essa formação. No entanto, como à corrida dos indicadores muitas vezes não corresponde a boa qualidade – e como a formação anterior na maioria dos casos é deficiente – muitas dessas pós-graduações acabam por não significar saltos efetivos de conhecimento para os professores.

Um dos problemas centrais está ligado à ausência de rigor metodológico e conceitual no trato com os objetos de estudo. Por isso, especializações ou mestrados profissionais, que partem de problemas concretos da vida docente, acabam por atingir melhores resultados.

Especialista nos estudos literários com larga rodagem, Roberto Acízelo de Souza, professor de literatura brasileira na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) tenta, em Um pouco de método – Nos estudos literários em particular, com extensão às humanidades em geral, oferecer ajuda no trato com a pesquisa acadêmica no que diz respeito à relação entre método e objeto. Mais do que isso até, enuncia um itinerário de formação para que aqueles que enveredam pela pesquisa tenham bases mais sólidas para refletir acerca de suas necessidades formativas.

Provavelmente acostumado a lidar com a fragilidade dos estudantes ainda não habituados a sistematizações mais rigorosas do conhecimento, Acízelo de Souza apresenta a questão do método como tendo quatro níveis de aprofundamento: técnicas básicas de estudo e preparação de trabalhos acadêmicos; procedimentos e estratégias para constituição, descrição e análise de objetos de disciplinas específicas; critérios de validação do conhecimento produzido; por fim, uma epistemologia geral.

Ainda que proponha ater-se aos três últimos níveis, o autor não se aprofunda muito nos dois últimos, em razão de sua complexidade e do caráter da obra, a um tempo panorâmica e com a função de guia procedimental de questões de pesquisa (nesse aspecto com a virtude de sempre trazer exemplos bem diretos sobre a matéria). Essa parte, batizada de “Instrumentos operacionais”, acaba por ocupar dois terços da obra. Por mais útil que seja para aqueles com preparo anterior insuficiente, acaba tendo uma preocupação excessivamente normativa.

Já no primeiro terço, em que trata de “Questões conceituais”, Acízelo de Souza abre ao leitor um rico campo de reflexões acerca da pesquisa em humanidades, em especial na área de estudos literários, na qual baseia seus exemplos e oferece a sugestão de um itinerário formativo que não abre mão do domínio de um consistente rol de conhecimentos para o bom pesquisador.

Além disso, introduz a questão da importância do método e de posicionamentos atuais frequentes no seu confronto por parte de jovens pesquisadores, materializados nas respostas “metodofóbica” e “metodofílica”, ou seja, a negação com alegação de combate ao reducionismo, ou a adesão estrita e limitadora, de cunho culturalista. O autor, ao identificá-las, vai bem além delas, mostrando como o método se constitui como o objeto da própria ciência.

Só resta a impressão de uma simplificação quando trata da licenciatura, acusando-a de impor carga demasiada de suas disciplinas em contraposição ao objeto de estudo do pesquisador, no caso específico da área de línguas. Vale lembrar que, mais do que nunca, é preciso que o licenciando conheça bem contexto e sujeito de aprendizagem. Se a carga dedicada aos estudos de língua e literatura é pouca, ou se a qualidade das disciplinas de pedagogia não é boa, isso é outra história.

 

metodo_255

Um pouco de método – Nos estudos literários em particular, com extensão às humanidades em geral, de Roberto Acízelo de Souza, É Realizações Editora, 208 págs, R$ 39,90.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN