Matrículas de alunos com deficiência representam menos de 0,5% do total

Apenas 0,45% do total de 8 milhões de matrículas no ensino superior são de alunos com deficiência. Na rede privada, o percentual é ainda …

SHARE
, / 118 0

Apenas 0,45% do total de 8 milhões de matrículas no ensino superior são de alunos com deficiência. Na rede privada, o percentual é ainda menor, 0,35%, enquanto na rede pública ele chega a 0,73%. A fonte dos dados é o Censo da Educação Superior 2016. Na segmentação por curso, eles representam 0,44% das matrículas do presencial e 0,48% do EAD. Na primeira modalidade, os cursos com maior população de deficientes são: Direito, Administração, Psicologia, Engenharia civil e Pedagogia. Já no EAD, as cinco primeiras colocações são ocupadas pelos programas de Pedagogia, Administração, Serviço social, Gestão de pessoal / RH e Ciências contábeis. Em termos de ingressantes, o universo soma pouco mais de 12 mil alunos e de concluintes, de apenas 4,8 mil. A evasão entre os estudantes com deficiência é de 27%, sendo maior na rede privada: 31,5%. A deficiência física é a mais comum entre os matriculados e atinge mais de 12,7 mil pessoas inscritas. Depois disso vêm baixa visão (11 mil alunos), deficiência auditiva (5 mil) e cegueira (2 mil).

Autor

Artigos relacionados

<

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN