Guia para uma comunicação eficiente

CAPA | Edição 200 Com base em um estudo, universidade inglesa indica estratégias para estreitar o contato com os alunos Preocupada com a satisfação …

SHARE
, / 563 0

CAPA | Edição 200

Com base em um estudo, universidade inglesa indica estratégias para estreitar o contato com os alunos

Preocupada com a satisfação do seu corpo discente, a Universidade de Manchester, na Inglaterra, desenvolveu um estudo para identificar e aprimorar a comunicação com os seus alunos. Publicada em novembro de 2010, a pesquisa intitulada Improving communication with our students abordou o bem-estar do estudante desde a sua entrada na instituição. A pesquisa destaca que é importante integrar os calouros para evitar que tenham a sensação de estarem permanentemente deslocados. Entre as soluções apontadas estão a publicação de um calendário completo com as atividades da faculdade, a elaboração de um guia com as perguntas mais frequentes e a criação de espaços destinados à interação desses alunos fora do ambiente de sala de aula. Outras duas recomendações destacadas são a realização de pesquisas com os novos egressos com o objetivo de aperfeiçoar o processo comunicacional e o treinamento constante dos funcionários envolvidos no atendimento ao aluno.

O estudo apontou ainda que a má comunicação está diretamente ligada à insatisfação dos estudantes e a uma visão negativa da instituição. Os alunos esperam ter a oportunidade de expressar suas opiniões e, em alguns casos, vê-las concretizadas. Esse fato corrobora o desejo de estarem mais próximos da direção e partilharem informações sobre a vida administrativa da universidade, como, por exemplo, as estratégias de mercado e a atual situação financeira.

Entre as recomendações citadas pela pesquisa para uma interação eficiente estão a publicação de notícias e informações relevantes no portal da universidade e o envio de uma newsletter semanal aos alunos. Além disso, destaca a importância de integrar de forma eficaz os diversos canais, como o site, o portal do estudante, a intranet e a ferramenta de Blackboard, entre outros, para que não fiquem informações desconexas. Já com relação ao envio de e-mails, é preciso atenção. A pesquisa apontou que esse era o canal preferido dos alunos. Entretanto, identificou-se que muitas mensagens eram ignoradas, apagadas ou simplesmente marcadas como spam, porque nem todas tinham a devida relevância, e assim os estudantes acabavam perdendo as notificações realmente importantes.

Por fim, o estudo ressalta que é preciso ter cuidado com a utilização das mídias sociais. Um percentual expressivo dos alunos pesquisados disse achar ‘questionável’ uma universidade, como instituição, utilizar essas ferramentas para se comunicar oficialmente. Apesar disso, não descarta o uso, mas, sim, defende a utilização de forma comedida. Uma dica é a produção e publicação de vídeos, pois proporciona forte engajamento dos estudantes, professores e funcionários, além de divulgar positivamente a imagem da marca.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN