Um festival de educação para as novas gerações

Evento realizado no Ginásio do Ibirapuera atraiu 8 mil alunos. Professores dividiram o palco com youtubbers e faculdades disputaram a atenção dos futuros universitários

SHARE
, / 166 1

O Universia realizou um grande festival de educação em São Paulo para mostrar aos jovens que a educação também pode ser cool. O Preparadão ocorreu no Ginásio do Ibirapuera e atraiu cerca de 8 mil alunos vindos de mais de 150 escolas públicas e privadas.

Ao longo de quase um dia inteiro, os jovens assistiram a pequenas palestras dadas por professores, youtubbers e profissionais de destaque, como Duília de Mello, astrônoma brasileira da Nasa, e o filósofo Clóvis de Barros Filho.

Os alunos revisaram conteúdos de várias disciplinas, entre elas história, química, literatura e biologia. A aula de matemática foi dada por Rafael Procópio, professor de grande popularidade no universo digital. Ele já gravou mais de 1,5 mil aulas, que, juntas, somam 80 milhões de visualizações.

Na língua dos jovens

Pensando em oferecer uma programação que mesclasse conteúdo com entretenimento, a curadora Elena Crescia, do TEDxSãoPaulo, escalou a atriz Pathy de Jesus, o comediante Rafa Cortez e o apresentador André Vasco para conduzir as atividades. A parte “soft” da programação também inclui um show de ilusionismo com Caio Ferreira e uma aula de ioga e meditação com David Arzel.

Do lado de fora do Ginásio, as instituições de ensino superior disputavam a atenção dos futuros universitários. A Unifesp preparou uma bancada com microscópio e lupas para observação de células e outros materiais, enquanto a Unesp levou um simulador de corrida de carros e ensinou técnicas de primeiros socorros.

Entre as particulares, a São Judas equipou seu espaço com equipamentos interativos para mostrar os diferenciais da instituição e de sua metodologia de ensino. O Mackenzie, por sua vez, realizou uma espécie de jogo de orientação vocacional.

Algumas empresas também participaram, entre elas a IBM, que demonstrou aos alunos o potencial de uso da inteligência artificial. Tendo como mote o livro Dom Casmurro, de Machado de Assis, a empresa desenvolveu um programa que permitia aos alunos fazer perguntas aos personagens da obra.

 

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN