Estudo do mundo real

Com foco no ensino de geografia, obra apresenta temas e atividades para conduzir os alunos a um entendimento mais amplo sobre o espaço e sua interação com a sociedade

SHARE
, / 695 0

iStockphoto

Conhecer o lugar para nele viver, construir, transformar e, também, para interpretá-lo e compreendê-lo enquanto ambiente da vida em sociedade. Essa pode ser a finalidade da geografia escolar, por meio da qual as crianças, jovens e adultos aprendem a ler e entender o mundo real ou o mundo da vida.

O lugar é o onde as relações humanas acontecem e/ou são realidade. Esse acontecer no lugar é também a concretização do que vem de fora, das relações externas. Em cada lugar, que pode ser o nosso bairro, localidade, município, região ou país se realiza a sociedade globalizada. Nos lugares percebe-se cada vez mais a presença de técnica, ciência e informação, condição para ser real a expressão geográfica, localizada, da globalização.

#R#

Os lugares, o ambiente ou o meio ambiente resultam da transformação conjunta e permanente da natureza e da sociedade. Antes, nos tempos mais primitivos, a vida se dava no entorno de onde vinham a pesca, a caça e a coleta. Mas os homens transformaram esse meio e foram também transformados com a evolução das formas de produção, de transporte e de comunicações. Passaram a viver para além do seu entorno e a se relacionar com os outros lugares, ampliando e complexificando a economia, a cultura, a política, enfim, a vida.

O mundo é cada vez mais diversidade; os lugares são diferenciados ou diversos e, por isso, se relacionam, se completam. Cabe à geografia, juntamente com as demais áreas científicas, elaborar o entendimento dessa complexidade socioespacial.

O livro Educação geográfica em foco: temas e metodologias para o Ensino Básico fundamenta e propõe recursos didáticos para uma geografia escolar conectada com o estudo do mundo real, da vida. Seleciona temas e atividades para o estudo de conteúdos que se reconstroem na interação com a realidade e com abertura para práticas interdisciplinares. Não é um manual, e sim, um material de estudo que vai incentivar a reflexão e a autonomia intelectual dos professores de geografia.

Os temas e atividades propostos não esgotam as possibilidades e necessidades de conhecimento escolar. O conteúdo do livro é metodológico, aponta um caminho ou uma forma de ensinar e de apreender. Outros temas e atividades podem e devem ser pensados, elaborados, planejados e praticados. Cabe a seus leitores, professores e estudantes das licenciaturas dar continuidade ao processo de criação inovadora das práticas de ensino de geografia explicitadas nesta oportuna publicação.

*Leonardo Dirceu de Azambuja é professor do Departamento de Geografia da Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN