A arte em torno de Frida Kahlo

  Three women with crows, de Leonora Carrington, à direita; Autorretrato con vestido rojo y dorado, de Frida Kahlo, abaixo; e Balada por Frida …

SHARE
, / 566 0

 

Courtesy of the Gelman Collection ©2015 Banco de México Diego Rivera & Frida Kahlo Museums Trust
Three women with crows, de Leonora Carrington, à direita; Autorretrato con vestido rojo y dorado, de Frida Kahlo, abaixo; e Balada por Frida Kahlo, de Alice Rahon, acima

 

A exposição Frida Kahlo: conexões entre mulheres surrealistas no México exibe cerca de 100 obras de 16 artistas no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo (SP). Com curadoria da pesquisadora Teresa Arcq, a mostra vai até janeiro de 2016 e revela a forma como uma intricada rede se formou tendo como eixo a figura de Frida Kahlo (1907-1954). O foco são artistas mulheres nascidas ou radicadas no México, cujas produções dialogam com o trabalho de Frida.

Durante toda a sua vida, Frida Kahlo pintou apenas 143 telas. Nesta exposição, estão reunidas 20 delas, além de 13 obras sobre papel. O legado artístico da mexicana constitui uma narrativa pictórica autobiográfica em que explora o seu corpo e sua realidade interior por meio, principalmente, de autorretratos.

Segundo a curadora, os autorretratos e os retratos simbólicos marcam uma provocativa ruptura entre o público e o privado. “Em alguns de seus autorretratos, Frida Kahlo, Maria Izquierdo e Rosa Rolanda elegeram cuidadosamente a identificação com o passado pré-hispânico e as culturas indígenas do México, utilizando ornamentos e acessórios que remetem a mulheres poderosas, como deusas ou tehuanas.”

Frida Kahlo: conexões entre mulheres surrealistas no México
Instituto Tomie Ohtake – São Paulo

Rua Coropés, 88 – Pinheiros

De terça a domingo, das 11h às 20h

R$ 10,00 e R$ 5,00 (meia);

grátis para crianças até 10 anos

Até 10 de janeiro de 2016

Informações:
www.institutotomieohtake.org.br

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN